30.9.08

"Não escolhi ser uma pessoa comum.
É meu direito ser diferente, ser singular, 
incomum, desenvolver os talentos que 
Deus me deu. (...)
Quero correr o risco calculado,
sonhar e construir, falhar e suceder.
Recuso trocar incentivo por doação.
Prefiro as intemperanças à vida garantida.
Não troco minha dignidade por ajuda de outros.
Não me acovardo e nem me curvo ante ameaças.
Minha herança é ficar ereto, altivo e sem medo, 
pensar e agir por conta própria e, aproveitando 
os benefícios de minha criatividade,
encarar arrojadamente o mundo e dizer:
Isto é o que eu sou".
(Brecht)

Tem uma coletânea dele em e-book, aqui:



Nenhum comentário: