30.8.08

Venha deitar comigo e ser meu amor


Amor minta comigo

Jaza aqui comigo

Ao pé do cipreste

No doce gramado

Onde o vento fenece

Onde o vento perece

Enquanto a noite marca passo

Venha deitar comigo

A noite toda comigo

E me beije até se fartar

E se farte de fazer amor

E deixe nossos eus falarem em par

Por toda a noite ao pé do cipreste

Sem fazer amor

(Lawrence Ferlinghetti)

Nenhum comentário: