1.8.08

Hoje

Ainda encharcado da tempestade a felicidade com os ventos que perdem a força e viram de lado as ondas diminuem o frenesi puxa a bujarrona com as mãos estouradas o sol seca velas e roupas os calos secam e o barco desliza em direção àquela linha que divide o mundo na horizontal a linha que dividide o ir com o ficar o infinito com o desejo

Nenhum comentário: