16.6.08

Boa tarde, Segunda!

Ah, claro, depois de anos de desconfiança, da minha parte com a senhora - ou seria senhorita? - só me restava te dar boa-tarde quando chegasse em casa. Sei que já é noite. Mal começou. Espera. Pouco antes de trocares de turno com a terça, te desejo ou não boa-noite. O assunto ainda é a tarde. Antes tarde do nunca. Desculpa a infâmia do trocadilho, mas saiu sem querer. Foi uma bela tarde. Sol a pino. Fila no banco. Tá eu jogo gamão no velho celular. Ganhei quase todas. Hoje é dia de psiquiatra. Banco de espera. Lotado. Uma mais doido que o outro. Vou pro gamão. Perco quase todas. Boas notícias. Nada de tarje preta. Então corre. A psicoterapia tá começando. Alta à vista. Viu, segunda? A fila do banco nem Seu Souza, como diria meu pai. Boa tentativa. Supermercado, fila, gamão. É. ficando viciado nesse negócio. Nesse negócio de achar que segunda é um dia como qualquer outro. Ducaralho. Boa tarde Segunda-feira!

Nenhum comentário: